Postagem

Postagens em destaque
Um ano de realinhamento para a propriedade intelectual e o direito autoral
Publicado por:Priscila Pessatti, dezembro - 26 - 2017
MDc?Sjy4tO<fPM~b:)c4JA֗QKF3L)h!KNĂG4CN4ySM9鹠6H nOaJFX FGCl}wKv/UOP׋:k4>L\ix>O>.7L/KÃ{khzD#M7,[^f2=캅{#׵Et\A wSVHu z֯;>xvֲt;ԯ,IO9HwNrD7/jp徵^`F}jQ*1Tns_axV]|8q~Eai.ފ܏ʽMM&sl%_!H88#^go *fҷXPrk]g'v}F6*x&KKE5Q^g&(%ay {jd6&F R*Ugbs+I~MI#G8_>z7vuڸn~|C𥮹c28|'[pJ ,a&xجF<<Fw]ӯًx߄"^Dl _:tgwβ`{w>xn;rdNk[|ԥbס wNڭpz /Xqyb)a_ZQt=EtJjgAٖSɦ5FC(RQʎUXM )&( ڗ c m/I@Z\qIZh%Gޤ@ýP7$T55(*x P2HZCL:hžE2҂4<_EZGgB3}hW=MC`)hYb-&qFsN b`-(@R⁊)fGz)h$LQKI(&ғ4H..hڐR(@4LbJQE QN@ .#bW.)i1K(TS K@P=E8 AKSr9T@Ӄ풌ҁL *@)ݢҫc4H*BQtgg4c4F* v)@Kv6iQ@4f 4Әfs7Q4tMLb&Һi']c4qF1J+[;RILbz.(iz.()psE)N ~4! : y4iv'JFKHi){ >OG& =kƴoAa7ʮ˄n쏌i-Fo?("v'lW|lt4e`_l1 ں]wZy˞IcW?x[&Ui>rG=8r}ѲyΧhs?ʺrkGJ#5 +?2>xRC^=i:2:o>b&I,=h쟃;iv1U_}QJGjQRW閏A _U?AFR4$g*Nܟ|U`vƮzRFU²HbNj)UqOnO{:N<3^+~/|:.tB2׹:#Es\`'T%q\[M?!> z^&dUjgzan9oGy6 +W}ݵ6x{*> _mD+#Hg8 k䤫ҿ5g=\fbf:ϰ 2˜~jS䛁))ǝ֤CƤzGܐRR֩x@ )AqPE/z\R(.0)@qF1NIatAwjiN(h^P:p*Y_."H1;T(Hn>ȸH:@E3Ҟ4O}i]HzbQKڊ Z1E.(:(u@dh@R 41E P:.ii(@ -P;KAQJ:P fs=iq s\)qHB< AFi  Pi;RAOSQ׭"SDb^U/y\%yveq2Eb ODѾ kZlz ~ ? kCKTUPcY# J< AΩm_6u:ǗpOtaڔZC.4>3xB4*XdY9C5oMwoGRCp}I }kƖźCr5R<:FGCGWbN6oKt{&'sy ~V<[8r_wnƿKK-a災P6Ê5 <<;>kcVGZ.?_u!%f;4 KL٣v)?JQR`HOSOQ\8 Eoҝ@ JKBO=h* `00vI^v.I{T@E9%s jj@$}FtZ4؇<Ԙ=*3MN8xnY ]Z ֹnz}sKE-'J\PGz1E4җA@ \SKҊ(QF(1@`;⒖RRh u%-"ŒQKROZj( zpE-rPiPH(<)q@j/FMHWaKQ֌P E8e9i=syZ F)U{&f((!zR撊pQQKF8K@\nqM4KEL~ՖjjgmYa2G9͠I^Ԙ @R`Rⓩu*w;c5ߊ)/3l%ڗ|aѴh-~:4Lk17yaO3xw>q KNWoB(CI5lhǕDi90xkFz.-8рV )HqyVߴ227`Si4Ԭ-e(*L5&i$ͮʹ=A9WT=;׆2\<_gGx3uOa{u8p2kCs ж?ƾm_u'=?c7 P718715,xqٞF?Uzrж<˒:˿fNq4# |xkM1t(Tg*F*;o$t՛P$3w^nP}>snpяc+pMJcUN)i;g<b-(Zv z=j?(Q׭/Z3yOQրzԨ80JZ0hh)\q\2*s@1R ENisңU=SqҞ<S./5zd F s1:QF)k#@)h.()hZ1E~4QZb (P(R%.x) HzywJ9P(!Ҋ1KڀtH=(Gj:iÊJ?Jq@4$ җw4QBnZ1Ҋ0Q@ u(pUW_)߰!f:SCf'Z\SQ\R 4(ⁱ)3O"K~LP23HzS$H T~徢ZڠDV`\qֺ|'l@Ns[jr Lcq< :v#&Z R`ҁEG(=iI/P$g'gҀO!?j$xT,aRCOC6ސFI=?hFi4X0N$𖉗b_uBeǕ"ߘc^f>\Z=7xȆ KHúf#׹ Cus۝/h^g;d}xJN*'19vlWП ? l<(9?*/rX,1?]U /3Lv(vU]vʷ5UWmCd_P#!r>xR #Ry ףjZHU(=]D3!_ZKqGcc 't@pn^:NXivҸc¸Nk|m)w5z21kK$D_ڿd V.SҾ4Ydvt?/]x&xNzi- >Y,p>}Wf薤઺޸˪3jw R?ImG1@@Ǧs+Gah-X:ʥ} wqWĻTa?^_U$|.c嵧Hc\W Zb@((qx9iy %(UȥڀOZB)ߊ1ԉJci$qA(JO@)6怄J #Ue! U-Z-5{Ԙ\|K3R=1Rh-`H 3ȇ\5Ú¢Ģ\`'XP(PKE(R)tS%c_ŒPh u;Òi0)hpb P((/4RNF=)fb)4q1EPM[ZQrhI ґMS)GZCFhJ 4^Ԃ݅▁8QHڂG rޘ -Pڜ DzT=)H)hQK$)h(&K֐恊S@ ҁFhzR؄4u=R0sI3fc֖6'_aޕNi)iJLRxf)(=(>!\V>1jcdYF"~^ Izs=r# AY[K 0]@;=??N?--X6p >V#8gk2=A2Z[Ȑ89L+}U"`q-WǣMV% A>գD׺fH%J88gqiYsG(h ~ 9+_%l/$-&aƄul&m!f,3ߌ]AJܯ1V `Q]t.+l%H'5$׼C1Lŏ6<sg湋˛%Y ϠkK oOZ 5ů4+$rvfA#κ}"! r\ c$In\!p}+Gvfެ6^wq#X~~kfL.?_N~GZH>~J*_1xN.ue' jC J 3籕9梏PHx?Ű[0Ƚ2H ¾\Aqj JwNdK 3"W m>ӤE 'Jf5ݴأR\ާ] #ҶVwok0-fRIky&۴*QKKY-ks1D8{fx5+8$W7j}GCl0 )O:fwd݁UJ 3ѡ66ڥ:lbc<`Kp@I^D\3ZxgFGhqڪ1B A?|w>*Q$4~vݿ֪)6)ccxb"'֗ͪu 9b?!?[iq>c?*>D˲28,?½N쏝}fw6B% w͜1t4^ S[LtYԇÀFjŤ\}(PƼry֍OO8!h+ϔZOmcKp~ѧpGLzW| H+lV{z6?}.]]UGTfi[ ailuҊJ^Ph)R(43L~tӶRRO7Rm4 P(SjE_ʁPmڌb*i07)%ap(R(8)KLh )X'SsN|q\'RK*2*US◥Q )F) &iOJLPGJqG4 )ih4:-L5VSZ{K`4L[Kfh݃@n5]‹~hFPPZ4?4sFsH@MDcR)չqH⒁ i@ɠaAb>P)c19y86Mx 0:i\i2g4i9 H)b;U'׹ |: e5Jg@ ][q1(_M|%fp6U\+ֺ֧2o;o$ 0nc"n|v'J> M3I?Ħ=eb8 8V$ƙ 9'hsKYO7BbP@q#9Cdq1z}+DG):lx-%-36hE-Kހ񢐀R)( IKEqii\OVip4ުvd۩ 0PMgffsq٢)E2@; 61E;P\`ՒdxUDү5C4VΩԅ?*0ԑjU[RgWn.γd &i|(1EJF:SBOER1(N95JI3{cUKܧ+9li O.gL7}1Vx&)1ꧧ^)ã:.I_7xWh6LNz_ Uы7|=D1$H7# ǯ5TlƤ[?]|vO?+2HO$mp=nɨ)K3S;EXi#_V [7ςfcPD3w11^)9D*; 36NT-k%m=chEmgfR qUԓKmKuٵ~_2NVUC=[LUxdAzv[smAש'?^=^ZjN HI*@#O_n>4D̲\9̷ClO÷'xo8@45: Fj9Wg`'bϰ]|ɮE`Vm.f?_ݚ=yԍ`ܡ+gg('챖t!L߳)?ξ㗅_V{y76[[ry8sN(['sPiÊm(I"EN9֧^u*x4!JFJ 0<CBzST*19>N A&'4V1UӭNk JfA@ǨJZY"Wq汩݇Z1AɬNѶ6p}i1:PJ֚91SHSH -14L~4~qHH9==i? tqLsBy4P 3\RRZ^)1 ށ)LZwP^Ѵ#aJj6"$iA#!@J=)i-( JN9SsGQ@441s@撖 >iM"ciiRM@pZ`3m(J@ Fx.WҘmI2(&G\̻6Ǩ ]jNr: ~<=[TVe9Nϡ+\˩Jcj0DQ <}mhWe򫤦rbGִ`0⫵.F u$b[v(Е2(k*h4I b#)u@ǯO>Bɢ_1!oqӥpII˩} 㴵_3VHT[=t8:4敐('.fkOmM@BĽ tS׏+#1y)RWf\`q{y㯈7M$;jB8wo{ilt{l'{K\{\.ɤf[Hz<inj.˥ λe<!>=3kݔohDp'k|C>e)WgʜyݑqW4yڱazy X夓{n=]7PEp&[ޣƭ%QB|3|#ڤWjN̨t"Q@tÌ _.8eXg*k|+წYW|pA޽ܖu(FD;sg؂? '$;cLhd2-bW +.K.|Hp9.1\ #gv'J]٣ H9>cSVrVd̮x7ˡdnn ;GskmZܒ_W8Fv'5<OI`3@$yWjzYԼ7i<мFnSOMrӟ"o*]>n6$~}cYpDp-w1<'yO4&*z'Mܑ"Ei,9QNqk^7G֥웹w3HUW>P1Ҿx^D1rNbC,уG_?V|t{V?SkdЊrVMOulq'{Z֗^/p^H*7#Lq^jh'~;&"IroU.<^#+:u#V pz3ԥBnEf/^*Ž*pjt b94@ =)ހ& A)Az ک0^"?hҠ^'z^TȨZFVԋQ$\Zx1V^k6`H;րҍ)@i7pъ)q@ )ph 1GҘ);F884c4ɠLN:QZ:GJb\R b4fRM {L.=(WG 4Lg\thp.i:z0hfqFi,/Z6⎂E79"<ځv(ϥ(KNf ޕi:R8S)s@+Sժi0Ox4昧=`;Z@is@ .7RYMC"T6nh`MZK$rLӑA&c/7sJ5`́ڬdؘq@xnoZ/Դ2 ;|<`{Ms9؆T.2Č8V*@# e\ =~NgRViڕŵKeQHy֬oy)&£ ĵ+ӬUalMqcBv]߀~%iXCg9G*PC 8r54k2囱׃㷃KHC"O^ChH́GLs ޾^ϖxh-WB{G$4[t=9(nV)R#]U< 5扱}!i_QsF{ ~Z 抑^%@Q峦s~$v+W_|χ\a]n$1#t}z#|W#hKM*k"7y^)~) ] Y@G!g؂>|oP;wc=O{ijengʧpU2 })HY7Lhr #"WZ5_7tٰYלyt P~ kyW'yx!'9Y}3\ђqk^WZmt'1WB VK*pGD 86#0:ks7"+/x"˾pk2\EӤOϰʲeE^b^9aKsQ^j< xAΟ&P?w3^T6z Qy'g[y6<*s d wõK M!(GqHs~cEqM21L:P+O4!iq@99+&㚐% 5V,e$.@3V\}C4l=È=~^NUDoՍ5՞ulϪ^Kq)NԚh6*0߹9+T8_Փg찊TWCr 8FΕv%-OO۾=6V_8wu@2>l+O(֑91دsoW&v'~5W M~GcӧZkornۂ+iͬ612Y̤y𯓭hJ4ms޽GÆ I#shc? ֧x\O$3_ug mg]JOUq?޺=W⎧Zn! "7n!f9b=x)UQRbא$g;zVڢo.8R yczV}tlھT=50,oU1˞#ץ$p6ۻ7L%L]P|F>!T4#ݘnk#PQHۜ¢t)OeµJ_=,eR3g敋wBD`eŚ+wD4^"41qY%܍^.Ưs_s}s5̧s3v>䚆V1r*+զeʒ9oV^޽y'OQVuF : uS\ W.=1[֗~RqO$W/ sjTCqR>H{N\B ]{1pc>xo;[fڶFmEKȨ"Aq޼*wϣROw#iO;xac 9 L}x滯<뺽 ~8fMҢ$v9aeǷ\8 ;ܚXU?SgWg|b/F@6LjX{ܱ=J=3TNu=U؏|\mԛPyi>!"r=__CGQQGV[R[^Y׈q~~:[Zqj2y ѕnzhx$C |%M^}OFc!Y'AE)xh0Vn"yZsg݇Z2!K=}+#Xm? \{P;j^j2(͹Hj"GGpE7pMM.:w{!B:2:Zgڣߊic@J\(ȨM練3њ[ vi DF(t8.i({+(4R[iƜ4 31/i!}^c4i'dwN1kH\Jp?i ] VR!skW>f9v2Dp3ߚJMaOtgS5wH- (w?&ҡ/*棹c!~{HC?|1b+ˏwWmf|dXո՟g+Ly0Tב.A@!sRZ^eN3Q=A-V韕rĞNEsC!yUdM:87Xe'^V2Iy5)FK{Jh$Q6\|ퟔRZ`I#B{t,OP\GzɆQ\*1h/RY6܀}j;W(@݌Y. 3֦Ȼ:VqF Mjb"f`pI:~t/+ {y{Uʜr=!A+7IKr [œ_FJJI9~k7zRUd# 5f7Vu#PܫF>J1~.*?Oz̍6G&w$=k'"q4ڝϥ7)ђ{;o4Lh94Ib A}hI0i7dnu3u@I)1F(i3Mތ@8^hAar(:RF?Z`.iiwRutbEXb);QڸQH4Qj(4IsK(@4?ZhӇjZNR_-4@FiJ"Gi}i8gRNvGJh▀R)P*!vqL)AOEDAǥǠ2`֞$C+rȓUAȠAhz@J#@'))sOBXjs2@@)>8D;QB4!TRa j1f+B/gQ M|],szzýY!UqLׂxTAzlZ'dS;.=]#Gzȴ?.W9uk>WaVvvb%Idqr+PbsXsXZm|/69Ѡ#Z)N+i)>j})֩+!9~bm$/5^SǏTgRtte-M\}<]2?׮2̾Fo/˜W栗c(r׿q]' szǔ;4jh'Qh{Qg/4h(?J6J> fG;r8ҐWOj1ړ Jiq@;RP}))9݁P{SL?}i &hS%7>ԙ073KgfJm: J){PE ZOƐE(SL@:Q`8J -R:QL6 ZNPQEKq@oJ7N))3xJW4R.{R \44SMϥ҂2i)hɠR4fL^KR Z4uHRQ@ ފJZ;撃OpH){EE'9wƪcPE&r))u.ia K{V%NPRN*EnQ^W4@1Jz˃@Ai3P 1nI"G |UF>{mR!ȿh+–gSH)&0tw%ϝv[I)_&M܂WfvmtEe1^3$cgX!ƶ"8k)p9 yg\wMrAy?sQmKh>2xPy >sH٪%QN ׊+~|zo~G8j/6&ܾXA8P.=jȀvklQdj;uIzYʏ_y56}k;(ڮ1ޙ*s߾jo-.n;U[lb'=E)%`0xckd-5Z0;kWFMNG50"BZ#)4-d`PPIJ9N8V0xU #*ݓRXJՆ PJ[rxR*&7cZ/Q ,_.E+_P,K(ldQYlHI[peQMlևp#}pkO f|7q}v559s _?<7BKd.?aRk3ݞMOeGZ>c1泴(_jߏZ$z e SFUd,1QȄGkxLV](G lc^|@v^6B~jWee3x{ё֌T}_G\Q*|*]>6.)6PaZ#\Q"SӭJ^ tт?M3;GANU)7`czP3Q' +n8ʞ1Uy})~WSUqޯrN9m "@ mZ.Gc3o5 Or (xz <>jf{ a\c4Trkud,\S[Ɍ+cdc<9΄ڤONjԥt8b08y%zW& ]ݥ:rVR]ٴtftY-Iؠԟ$ؠ8ZIFj\d \ QFi3Lz Zh斋)zLFhKփLJ))IRRurh@Q(H?%ťf Z))җ?%..hRIIHmK ac 3KS KL4iPhj(֊,#IߑH)GҸ )y'g4ŠZn -0HPzbH=4iޛiAVc-&r}4gayRb3'J E%)@21IKޫ(4u{4cޗ]AQ )i(4qK@ (<IEJ\ҎziGPHӇzhP)E8\qڌ@ƒwm" ]O^U[[8NA1ߊi r[?Z7>jguJ(ځm@9WRҫ*Jv(od]Jo*]B=FF+&V'j:>d;Yq֭-liiY?|5gߵ~ûi?J"}SZ>'75t}Ҙ?5OA>-QᗐR)#Tcԍ!qN<9¥^ 1*RhY*7|Tns@0=EJzO dē>ћں[nSx~A*)]dGjgMj=n=Rq)ҡnC+mR7Wyw5%l ҔH(̬zט՘[J7ps^ܜדx#-?tZ[ͻ?_|D15i$^V桔3v=gb2lx]`Kۏ@Mnx0fE{[O3V#> 5}y4Q:Qb4cMf=6ހG4(0x (4 N\Z(3IIQJ)4χZk^wBTo%dz+JOɝ8}kAyƼ>"=>޸)p+ӥ 5G#el (r0 >QۥSlMTM\ծB˒=#i1fڸ<קk(HR+~+k eOxKFs|#> ⭹b?uI5|RЮ^cCԌ*aqN8`j󃞞c zWw8XS*O#־o|/H͂Ч?~|&F }/kFo ~cW)S+VkW ]֜Fk<; \נiZI+}c̴;$9rf|d= \t+-#8<}+_\cyQY=+_|jr1^TZ'/ylRGt%!SUih ϵ1Fs @4 KvzP!Oi  ) B}h w4;8HH(=is.(&hBԴiG5@ ^As;gfj8Riniå0l-\sHI Gt)qI֘hb9^wA\&ۉӅ78+ii1?0C4R(4`qNM\vڃҞSbl{)s@#4v6izb(t!h;4R)1.iqEn(NvbR9P;]bb) ɤ 1fqIJ90z\Sy8PHN5iP0P:Wd}pzey7 hN.?qceˇ;p1yo[P`cen8=WSl6 @+)6~`*Va^1$78Jךszw/yY5%?o4Wxgu^9)r2;_uFѾWQ.%hD@{'sk(V]* ghiqx'#H[~I=hSMcKM0<ѻZ@3ǥ'&$wp_XG◞ޔ`fTA BIruTN8rE$J%cG%z8яFL yIbJ▗)\4 \qsEʰȤ/9g5D ZZZ^Ԇ7HO),ۥ/AHxh9 (n'LҀh$QF(=9gi  \BPi3K.1G4J:⋌SH(NⰢGM%&y=i Ӌ g|QL,Kzoc4-Iڌ☧N ڀOQM.iLQME0https://rematmarcas.com.br/wp-content/uploads/2017/12/priscila-1043X334.jpg" alt="Um ano de realinhamento para a propriedade intelectual e o direito autoral" title="Um ano de realinhamento para a propriedade intelectual e o direito autoral">

O Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) poderá considerar o ano de 2017 como mais um ano de realinhamentos.

A aprovação do Projeto de Lei de iniciativa do Senado (nº. 62/2017), no mês de agosto, pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) foi um passo importante, dado o escopo de assegurar ao INPI que os recursos obtidos por meio dos serviços por ele prestados sejam reinvestidos no próprio órgão, o que neste ano impediria a medida adotada pelo governo federal de limitar o empenho de custeio e investimento a R$ 50,2 milhões, mesmo diante da receita estimada em R$ 422,4 milhões.

Além da questão financeira, a retirada de responsabilidade do Instituto também foi uma das medidas adotadas para agilizar as decisões do INPI. Isto porque o Procedimento Administrativo de averbação de licença e cessões de direitos de propriedade Industrial e de registro de contratos de transferência de tecnologia e de franquia sofreu drástica alteração com a entrada em vigor da Instrução Normativa 70/17. A principal delas visa a exclusão, da análise do INPI em questões tributárias e cambiais, previstas nos contratos, o que agora será feito pelo Banco Central e pela Receita Federal.

Outras medidas também foram adotadas para diminuir o tempo de análise e trânsito de informações, tais como, as relacionadas aos programas de computador e as patentes.

A medida vai ao encontro da crescente tendência de registros de programas de computador que no primeiro semestre de 2017 apresentou um aumento de 58,2% em comparação ao exercício anterior, o que ocasionou, consequentemente, morosidade no fluxo de emissão de certificados.

Assim, em setembro, entrou em vigor novo sistema online de registro de software, o qual desburocratizou o procedimento de concessão de certificado, reduzindo para dias o prazo para sua emissão.

Mas nenhuma destas providências que visa a celeridade na análise e concessão de registro foi tão comentada quanto a da patente.

Dessa forma, neste ano foi aberta consulta pública, pelo INPI e o Ministério da Indústria sobre proposta de norma que visa a concessão simplificada de patente.

Tal medida tem o intuito de reduzir drasticamente a excessiva demora no exame de patentes, o que tem sido constante alvo de cobrança e ataques feitos ao INPI, principalmente se comparada ao procedimento realizado em outros países.

Recente estudo demonstra que a espera por patente no Brasil leva 11 anos, mesmo após aumento nas concessões e queda nos pedidos de patentes, registrados, pelo INPI, no primeiro semestre de 2017.

Contudo, mesmo diante deste quadro moroso, a decisão da abertura de consulta pública gerou grandes divagações a respeito da aprovação sumária de grande parte das cerca de 200 mil patentes pendentes de decisão, com exceção das medicamentosas.

É nítido o interesse do INPI em resolver os problemas no atraso da concessão de patentes, o que tem prejudicado os depositantes, com perdas de contratos e até mesmo, por vezes do objeto.

Ocorre que, a concessão sumária resolverá o problema da morosidade, mas não fará uma análise do mérito, o que por certo incidirá em medidas judiciais. O problema, a bem da verdade, está sendo visto como uma retirada de responsabilidade de forma completamente prejudicial ao depositante.

Outra novidade, ainda no campo da patente, refere-se a parceria entre o INPI e o Sebrae, que, juntamente, implementaram um Projeto Piloto para facilitar a inserção de produtos e serviços inovadores desenvolvidos por pequenas e médias empresas no mercado brasileiro através da concessão da patente no menor tempo possível.

O exame prioritário é voltado para produtos e serviços inovadores desenvolvidos pela ICTs – Instituições de Ciências e Tecnologia.

O texto prevê que os pedidos aceitos no Projeto Piloto tenham decisão final divulgada no prazo de oito a dez meses, o mesmo que ocorre no programa de patentes verdes, voltadas para produtos e serviços destinados ao meio ambiente.

A celeridade também marcou algumas importantes decisões, que estavam há anos aguardando uma conclusão.

Trata-se da concessão do selo de indicação geográfica para mel produzido no oeste do Paraná; farinha de Cruzeiro do Sul (Acre); artesanatos, lançados pelo Sebrae, para produtos de 8 regiões brasileiras e produtores de erva-mate de São Mateus do Sul.

Houve ainda, agora para marca, importante decisão reconhecendo as marcas: “Caixa” (Banco Estadual Brasileiro); Brastemp e Consul, como sendo de alto renome. A importância refere-se a seleta lista, que inclui apenas 47 marcas no Brasil.

No campo do Direito Autoral, foi pacificada a posição do STJ a respeito das plataformas de streaming de música, como Spotify, Deezer e Apple Music, que também farão pagamentos para o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad).

A decisão foi exarada pela Segunda Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que considerou legítima a arrecadação relativa aos direitos autorais em um caso envolvendo o Ecad e a Oi FM, rádio da operadora de telecomunicações que também realizava transmissões pela internet.

Para os ministros a arrecadação é lícita, pois está de acordo com a Lei de Direitos Autorais, haja vista a transmissão via streaming se tratar de exibição pública de obra musical, que considera como local de frequência coletiva onde quer que se transmitam obras musicais, inclusive a internet, sendo irrelevante a quantidade de pessoas que se encontram no ambiente de exibição musical.

Enquanto 2017 encerrou demandas judiciais de grande relevância e com o seu desfecho aguardado, como é o caso do streaming, outras foram iniciadas, como:

>> Spotify processado por violação de direitos autorais pela Bluewater Music e pela distribuidora Rob Gaudino. Mais de 2500 canções das duas empresas foram listadas pela empresa, dentre elas: “Can´t take my eyes of you”; “Rag Dolls” e “Bye, bye baby”;

>> Batalha judicial entre a empresa Rearden contra a Disney pela utilização da tecnologia Mova Contour Reality Capture nos filmes “A Bela e a Fera”, “Vingadores” e “Guardiões da Galáxia”.

Os acontecimentos narrados acima, demonstram que diversas medidas foram tomadas tanto pelo INPI quanto pelo Judiciário neste ano de 2017 visando a um realinhamento na proteção de direitos e estabelecimentos de garantias. Resta analisar se estas medidas serão proveitosas para a sociedade, que busca uma resposta coerente aos seus anseios e não apenas uma medida de extrema urgência e prejudicial aos depositantes, além do consumidor em geral.

* Priscila Romero Gimenez Bratefixe, advogada, especialista em Propriedade Intelectual e sócia do escritório Có Crivelli Advogados

Fonte: Estadão

  • Compartilhar:

Priscila Pessatti

Deixe seu comentário Envie seus comentários